cristianonetto.com.br
3dez/0735

Voce é uma pessoa que ama demais?

PESSOAS QUE AMAM DEMAIS

Carência Afetiva é um distúrbio de comportamento que afeta um número muito grande de homens e mulheres. Em geral, pessoas que amam ilimitadamente, que vivem em uma linha tênue que alterna entre carência, amor e sofrimento, na grande maioria de total baixa auto-estima, quase todas adquiriram este distúrbio em alguma experiência onde suas necessidades emocionais não foram atendidas, seja na infância ou mesmo em relacionamentos passados.

Não se importando com seus próprios interesses, essas pessoas por muitas vezes mudam drasticamente suas opiniões em atenção ao relacionamento, se anulam, se fixam no relacionamento e fazem dele o centro de sua vida, vivendo muitas vezes um mal-estar interior, um sofrimento decorrente do relacionamento, que nada mais é que uma forma de se conectar com seus próprios sentimentos.

Os carentes afetivamente idealizam relacionamentos da forma que desejariam que ele fosse, e com isso acabam sendo vítimas de relacionamentos conturbados: Se envolvem com todo e qualquer tipo de pessoa, muitas vezes enxergam da forma em que acreditam que seu amor ou dedicação irá corrigir aquele defeito, fato este identificado na terapia como uma forma de fugir de seus próprios problemas centrando-se nos problemas dos outros, existe ainda o entendimento de que estas pessoas inconscientemente não distinguem amor e dor.

O carente afetivo é inseguro e está sempre pronto a agradar, demonstra muito amor e muito controle, sem perceber que isso acaba por sufocar a outra parte, mesmo não sendo esta a intenção, tem a necessidade de controlar as pessoas e os relacionamentos, temendo perder, e camuflam esse controle mostrando-se uma pessoa prestativa, sempre pronta a ajudar.

Você sofre de carência afetiva?


O perfil do carente é o mesmo: Quer ser amado, quer aproximar e não afastar o outro, mas como não sabe se valorizar, talvez por não ter aprendido, e como não aprendeu a viver um relacionamento afetivo saudável acaba pondo os pés pelas mãos, afastando o outro cada vez para mais longe.

Além dos sintomas tradicionais deste tipo de carência existem ainda outros pouco notados: A tentativa de sentir-se melhor com o consumismo e o Altruísmo.

Experimente fazer perguntas a você mesmo, pergunte se optou por um retrocesso ou estagnação na sua carreira em função do relacionamento ou se desistiu completamente de investir em si mesmo. São diversas perguntas que você pode fazer a você mesmo em busca de respostas.

Como cuidar da carência afetiva?


Você precisa aprender a amar de forma saudável, estando em primeiro lugar e dosando para não ser egoísta, ame a si mesmo, resgate seu amor próprio, sem isso jamais poderá se relacionar de forma equilibrada.

Desenvolva auto-aceitação, não é por ser carente que você vai encontrar em outros indivíduos o que te falta, busque dentro de você, e se achar que não é capaz procure ajuda especializada, existem muitos grupos de apoio e profissionais neste sentido.

O importante é você admitir que ninguém poderá ajudá-lo sem que você seja consciente de seus próprios sentimentos, não importa o quanto você receba de amor de outra pessoa, jamais isso poderá curar suas feridas interiores, o único remédio para isso é entender e superar o que aconteceu.

Comentários (35) Trackbacks (0)
  1. Sua opinião é muito importante para ajudar outros que estão presas no carcere emocional. DE sua opinião. Conte a sua história também.

  2. Bom estou vivenciando um problema muito parecido. Sou casado tenho 24 anos e nao sei mais como agir, as vezes sinto como se estivesse sufocando a minha esposa, pois sinto me sufocado. Vejo traiçao em tudo estou desesperado nao quero perde la so q uma sentença em um momento de descontrole da parte dela sinto me imensamente mal gostaria de ajuda. converso com ela so q nao sei como me tratar gostaria de um conselho…. desde ja obrigado

  3. Bom, eu tbem acho que talvez eu possa ser uma pessoa que ama demais.NA verdade, gostaria de ajuda, pq sou uma pessoa que sou desconfiada por si só.Tenho 25 anos e meu namorado tem 30.Cheguei a pensar que talvez o motivo de ser tão desconfiada com ele, é pelo fato de que qdo o conheci, ele já se interessava por mim,mas eu não quria nada com ele.E somente após 5 meses é que resolvi dar uma chance a ele e acabamos namorando e estamso até hoje.Mas somente qdo comecei a namora-l é que vim saber que na época em que adava atras de mim, ele tinha uma namorada e ela era uma chifruda.Desde então, sempre fiquei com um pé atrás.Eu sou mto desconfiada, e estou sempre tentando ligar fatos que acontecem isoladamente, um a outro e procurando nexo de causalidade entre eles.Por isso, estou sempre o questionando. Alguma ligação, por ezemplo: quem, como, qdo e onde?E me sinto mal com isso.Não pq acho que o sufoco, mas pq na verdade, eu me sinto sufocada com tanta desconfiança e medo de estar sendo traída e fazendo papel de palhaça pros outros.Não consigo lhe dar com isso.Por favor, preciso de ajuda….
    Obrigada

  4. bom preciso de ajuda nao sei o que fazer tenho um namorado terminamor durante 6 meses bom gora faz dois meses que voltamos sempre fui muito ciumenta e controladora agora estou fazendo diferente deixo ele mais avontade o meu problema é que quero sempre atençao,e ligo muito pra ele nao deixo que ele me procure pois sempre estou buscando ele hj ele me pediu um tempo pra pensar ele disse que eu brigo atoa que toda vez que saimos nos brigamos nao sei o que fazer to desesperada pq meu namorado me pediu um tempo e ate disse que a vezes nao tem vontade nem de me beijar queria saber o que fazer to desesperada sou muito envonvida com ele e quando terminamos eu cheguei a pesar 48 quilos nao quero passar por isso denovo o que devo fazer…

  5. estou no mesmo processo que os outros, estou passando por momentos dificeis, pois a pessoa que amo, pediu um tempo devido ao relacionamento nao estar indo bem e quando aconteceu perdi o chão, isto a 5 meses, e nao tenho mais paciencia comigo mesmo e cobrando ela sempre
    vivo ela 24 horas por dia e esqueço de mim, não sei mais
    o que fazer.
    e obrigado pelo espaço, eh um meio de desabafar a todos que nessecitam .

  6. Boa noite, Meu nome é Rodrigo, tenho 30 anos e sou Homossexual, sou uma pessoa muito carente, me apego muito facil a qualquer um, e acabo sofrendo por isso, estou a beirra de uma loucura. Preciso muito de ajuda.

    Sou de Novo Hamburgo RS

    Conto com a sua ajuda, se possivel me indique algum grupo de apoio aqui no sul.

    Desde já agradeço a atencão

  7. Olá meu nome é marcos, tenho 25 anos, minha namora tem 20 anos e ja estamos namorando ha 4 anos. Gostaria de uma orientação, uma ajuda, pois tenho notado que utimamente o amor que sinto por ela está me trazendo muito sofrimento, pois não é suficiente para me satisfazer, apesar dela me falar constantemente que me ama, nao consigo sentir isso nas suas açoes, sempre acho que nao sou prioridade em sua vida e que ela prefere estar com outras pessoas ao inves de estar comigo. Tudo isso causa muitas brigas, algumas ate com agressoes verbais e fisicas, como ja falei anteriormente eu a amo muito, tento demonstrar isso o máximo que posso, mas nao vejo todo esse empenho da parte dela, mas nao gostaria de terminar e sim que esse namoro podesse futuramente virar um casamento, ela tambem me ama e diz que quer casar-se comigo, mas que eu a sufoco, por fim o que devo fazer e como salvar nosso namoro, será que eu a sufoco mesmo? ou ela que me ama pouco? me ajudem, serei eternamente grato.

  8. Meu nome é Ana Paula,sou casada e me sinto MUITO infeliz.Amo deseperadamente meu marido.Sou uma pessoa muito dependente do amor dele.Ja tentei mudar minhas atitudes mais nao consigo.Vivo nessa angustia ha 10 anos e parece q quanto mais o tempo passa mais a situaçao piora.Ele nao me ama mais,ja pediu a separaçao,ja me traiu e me machuca a cada segundo da minha vida,mais eu nao consigo deixa-lo.Isso nem passa pela minha cabeça.Sofro por ver que perdi o amor dele e sei que é muito tarde pra tentar reconquista-lo.Choro todos os dias da minha vida e perdi completamente a vontade de viver.Faço tratamento com duas psicologas ha 3 anos.Elas me ajudam muito mais a dor que sinto ninguem é capaz de imaginar.Só quem ja passou por isso pode entender o meu sofrimento.As pessoas me julgam muito,me criticam sem saber porque me sinto tao infeliz,tao triste, e isso acaba me deixando pior.Nao tenho forças pra nada, as vezes nem pra respirar.Me ajudem por favor

  9. Gostei muito do comentário.
    Isso vale não só para mim ,mas para muitas pessoas que sofrem por amor.
    Eu amei de mais como ainda amo o meu companheiro, hoje estamos separados, por minha causa, queria cuidar tanto do nosso amor que acabei perdendo-o.
    Foi como se eu estivesse segurando areia nas minhas mão,quanto mais eu segurava mais ele escapava…

  10. A todos àqueles que necessitam de auxílio com a “carencia” e/ou “dependencia afetiva”, enviem email para: evergreen127!lycos.com

    Se você quer conversar, se você se nte sozinho ou sozinha, se você pensa que ninguém gosta de você, se sente que está sendo traído ou traída e quem ninguém te dá o merecido valor, por favor me escreva. Quero ajudalo ou ajudala a sair desse pesadelo, criar novas amizades, enxergar as coisas de outra forma, acordar para a vida e vive-la de fato. Sair dessa prisão. Compartilhem suas experiências, suas dores, seus medos, exponham o que sentem e pensam. Juntos podemos progredir e viver plenamente.

    UM baraço à todos,

    Mike H. Miller

  11. endereço de email é> evergreen127(arroba)lycos.com

    note que deve colocar o “arroba” pois aparentemente o site não permite colocar o email apropriadamente. Meu e-mail não possui o “ponto de exclamação” o mesmo deve ser substituido pelo sinal de “arroba” ” @ ”

    dúvidas atendo por telefone:
    13 3479 31 41 ( das 14 às 15:00h- todos os dias, e das 20:00 às 21:00h todos os dias)
    Não cobro nada e não quero nada em troca.

    grato..

    Mike H. Miller

  12. oiii meu nome é tatiana tenhu 15 anos meu namorado 16. Eu gosto muito dele mas acho que ele nem liga pra mim.ele me trata muito mal me humilha na frente de pessoas não me faz elogios e eu não consigo terminar fico com ele ainda se que é por eu o amo de mas oew é carencia afetiva todos já me falar larga ele só ti faz sofrer sim ele me faz sofrer mas depois passa é asim sempre não sei mas o que faz serei muito grata se poder me ajudar

  13. Bom, meu caso é semelhante ao de cima, porém nós não nos agredimos fisicamente e eu tenho apenas 18 anos e ela 16.
    Por favor me de algum conselho, eu realmente preciso e serei eternamente grato ma voçê. Obrigado…

  14. Eu de novo
    na verdade tenho 16 e ela 14.Não quero me separar dela, seria a pior coisa do mundo pramim. e de tanto sofrer e pensae nela eu acobo indo mau em todos os aspectos da minha vida, eu não aguento mais, mas não quero terminar com ela nem pedir um tempo, apenas quero ser feliz ao lado dela, pois é a melhor coisa do mundo e agora ela pensa que eu estou a sufocando um pouco. tenho muito ciume de um cara que ela fico, ele sempre defende ela das palhaçadas e essas coisas,sinto que ela não merece isso, ja quase terminamos por causa dessa minha insegurança duas vezes.
    por favor me ajude.
    obrigado

  15. ainda eu

    e todo mundo fica me criticando…

  16. Oi…lendo o seu artigo, eu me identifiquei muito. Tenho 32 anos, sou diabética a 22 anos e nunca conseguir ser feliz no amor. Tive decepções fortissimas. E a pouco tempo, conheci uma pessoa que tem namorada, mas no inicio dizia que não estava muito bem no namoro. Fizemos vários planos. Mas derepente ele mudou de opnião. Hoje percebo que sou muito inseguro, aliás sempre fui, sempre estou desconfiando. Não consigo confiar em ninguém mais. Tenho um ciúmes idiota e sem me coloco coma a doente, como se eu fosse totalmente errada, como se eu não prestasse para nada. Preciso de ajuda.

  17. Depois de sofrer uma separaçaõ me envolvi novamente e decobri que não sei amr com tranqulidade…….eu controlo e tenho ciumes de tudo fiscalizo cobro e sofro e me envergonho mpor isso preciso d ajuda!!Me indiquem aqui no sul um grupo de apoio por favor estou me consumindo e sem saida

  18. Olá, tenho um grave problema tive dois relacionamentos complicados todas as duas mulheres foram infiés, mas mesmo elas sendo infés tenho um sério problemas em deixa-lás. A segunda esposa já tenho dois anos que a deixei e tenho uma forte fissura para manter relação com ela, o que eu faço já que nos divorciamos e até hoje não consigo esquece-la principalmente na cama. Preciso de ajuda.

  19. Sou uma pessoa que ama demais…. Tenho 24 anos, sou bonita, formada, tenho amigos, mas amo demais… E nada tem sentido pra mim…. Vivo 24 horas atras de um amigo que não me ama… Diz isso o tempo todo e qto mais ele fala e faz coisas pra provar isso, mas eu amo…

    Quero uma solução, assumo meu problema e peço ajuda…

  20. Eu sei que sou uma pessoa que ama demais,sei que sou super ciumenta e egoista quando se trata de amor as veses me acho super pocessiva mais eu só queria um pouco mais de atenção da pessoa que amo.
    Mais isso já esta me fazendo mal,o que faço pra controlar meus sentimentos?

  21. nao sei oq fazer sou tudo isso q vc escreveu
    estou vivendo um inferno em meu cazamento sou carente demais me ajude

  22. A minha carencia era falta de Deus na minha vida. Deus ? Eu o conhecia de passagem, mas nem pensava Nele. Meus relacionamentos deram tudo errado, eu n conseguia sentir paz, alegria, vivia esperando o cara me ligar, aparecer, isso estragava minha saude e minha vida. Eu era angustiada, carente, ansiosa, cheia de problemas, e me grudava no prim. que aparecia , só sofri na vida. Acho que a gente tem que se gostar , se achar legal, e n ficar desesperada por outra pessoa que as vezes a gente idealiza, no final acabamos vendo q idealizamos a pessoa e ela nem é o que queríamos. “Debaixo do sol, é tudo ilusão”

  23. Bom,por mais que eu seja consciente de que algo esteja errado,continuo insistindo no meu relacionamento.Tenho 37 anos,advogada,ele tem 26 anos,dentista e ainda não tem sua vida financeira estabilizada.O fato é que só eu o procuro,só eu demonstro interesse,ele jamais me chama para sair e quando eu chamo ele diz que ta sem dinheiro,etc.Sexualmente nos damos bem e ultimamente ele anda muito carinhoso,me beija bastante.Se eu fico sem procura-lo,dai sim,ele vem atrás.Mas sinto que ele não faz o minimo para me agradar ( exceto na cama),não se empenha , não faz nada para demonstrar que gosta de mim.Porém,com a ex dele era ao contrario,ele fazia muitas coisas .

  24. Tenho um relacionamento onde sou totalmente dependente do outro quando fico longe dele por muitas horas me sinto mal, fico angustiada, ele ja me deixou uma vez e fico achando que vai acontecer de novo e as vezes o sufoco com meu amor ele não é fiél e aceitei dessa forma não quero separar dele gostaria de um conselho para saber como agir com essa insegurança.

  25. bom tenho 35 anos e estou percebendo que estou perdendo o controle no lado emocional da minha vida! meu problema n é de ciumes ou medo de perder a minha parceira, mais eu preciso sempre estar pedindo um abraço um beijo,um carinho tem dia que eu vejo que preciso disso o dia inteiro, e o pior que a minha reação é ou eu fico grudado nela o dia inteiro ou eu m afasto mas no sentido de estar triste com ela estou sem saber o q fazer preciso de ajuda!

  26. Bom, tenho 22 anos e percebi que minha vida está descontrolada por inteiro.. tenho um relacionamento onde eu faço tudo para ficar perto, onde eu pesso, onde eu faço, onde eu sou tudo o que ele deseja que eu seja.. mais de um tempo pra ca tudo tem ficado infeliz demais pq ele tem me agredido tanto em palavra tem dito tantas coisas horrorosas, e mesmo assim eu nao consigo termina.. vivo de uma forma insuportavel. pois me sinto insegura e invisivel de certa forma! ele preferi está com os amigos do que comigo n me chama pra sair n me ligar n vem me ver, sempre eu tenho q fazer tudo para ser notada.. nao suporto mais isso.. isso está me matando ah cada dia, me sinto sufocada e talvez com esse meu jeito, inseguro, controlador e talvez egoista esteja sufocando ele tb. o pior de tudo é que eu n gosto de ser assim, jamais fui assim e ser dessa forma me deixa descontrolada. EU preciso de ajuda!!

  27. Oiiii, preciso de ajuda. Namoro há 2 anos e as vezes me sinto completamente triste, perco a vontade de viver, não vejo mais sentido no mundo e tudo isso por amar demais e me sentir presa a esse sentimento consumista. Amo ele demais e sinto que ele tbm me ama, mas vejo que eu o sufoco com o meu ciumes e a minha carencia… Temos planos para o futuro, mas necessito de ajuda para mudar minhas atitudes e ser feliz ao lado dele. Por favor me ajudem a encontrar uma saida

  28. oi,estou casada a 8 anos e sinto que meu esposo é vitorioso p me suporta tanto,eu quero ele so p mi,é mas forte do que tudo estou indo p psicologa tomo comprimido p acalmar relaxar mas quando ele estar longe o mundo desaba,tenho ciume dele com os amigos,irmaos,flho estou ficando sem controle p pensar q ele é tudo p mi,a ponto de não deixa-lo viver o q faço?

  29. …oi namoro à 10 anos… confio no meu namorado pk controlo tudo o que o rodeia… pior é que sinto sempre falta de alguma coisa…de amor e carinho… tenho outra pessoa tb ela comprometida… inicio tudo bem…agr virou pesadelo…sofro por não conseguirmos estar sempre juntos… anulei completamente os meus objectivos de vida apenas para estar sempre disponível para ele… já o segui, só para ter certezas que ele não me mente… estou dando em doida… doida mesmo… ai quando li este artigo me deparei que todos os sintomas que tenho estão ai descritos …por vezes nem eu própria sei como ele me atura… xego até a imaginar coisas e a ter crises de ciúmes… agr como posso mudar isso? isso sempre me acontece…tenho que ser o centro do mundo… sofro sempre porque acho que nunca me dão o amor suficiente… preciso de ajuda..sou muito muito carente…

  30. oi eu sinto as mesams coisas das pessoas assim nunca brigamos ela e eu temos 40 eu 41 mas o q acontece e q penso q ela nao liga muito p mim mas sempre ela liga dormimos juntos algumas vezes e ela tem umn filha de 13 q e uma coisa diz q e absurdo a mae dormir comigo na casa dela e outra o ex dela q esta separada a mas de 8 anos sei la faz chantagem p filha dizendo q se a mae tiver outro namorado vai cortar a pensao e outras coisas mas nosso relacionameto e otimo sinto q ela gosta de mim mas as vezes fico encucado pois ela nao liga p mim as vezes sei la penso q a filha dela coloca ela em situacoes q ela fica triste nao sei ali depois ela liga dizendo q estava dormindo e outras coisas tudo normal mas eu fico ansioso pensando q nao estou dando muita atencao e acho q a filha dela nao entende entao nao sei so temos 3 meses mas nos ocnhecdemos na adoleciencia e agfora estamos nos dado muito bem q fazer p controlar minhas neuras

  31. Boa tarde, meu nome é Cristina Santos, tenho 41 anos, sofro de tudo um pouco, estou sozinha há mais de 04 anos, tive um relacionamento de 16 anos que gerou uma filha, relacionamento esse muito conturbado, sai muito magoada, e por causa desse relacionamento eu não acredito e não confio mais em homem nenhum, até já tentei, mais dura apenas 01 a 02 meses, sou gordinha, e com isso fico achando que é por causa de mim, faço regime a todo tempo, e de tanta ansiedade acabo engordando o que emagreci, a pouco conheci um rapaz, que deu a entender que gostou de mim, inclusive em um belo dia nos encontramos e ele sem dizer nada me beijou, nossa fui nas nuvens, e ele ficou de marcar de se encontrar comigo no dia seguinte, e disse que me ligaria para marcar certo, sendo que não ligou, estando eu agoniada em ficar esperando, acabei ligando para ele 03 vezes durante o dia, e ele não atendeu, é um celular, e ele sabia que era eu ligando, isso foi em uma sexta-feira, no sábado liguei da minha casa e nada, liguei do meu celular que ele não tem o número e nem assim ele atendeu, hoje liguei de novo do meu serviço e também não atendeu, estou muito triste, pois achei que ele fosse diferente dos outros, ao mesmo tempo estou preocupada com ele, não deu nem tempo de conversarmos, acho que eu não fiz nada de errado, no mesmo dia em que eu o conheci, já me encantei com ele e infelizmente estou apaixonada, não estou dormindo direito, ele não sai do meu pensamento, as vezes perco até a voz de tão angustiada que estou, preciso de ajuda, não sei o que fazer, quando penso que tudo esta indo bem, de repente desmorona tudo, e volto a estaca zero, sofro demais por isso, me ajude por favor. Bjs.

  32. Eu amo alguém estamos namorando a mais de 9 anos. Ultimamente nosso namoro está de mal a pior. um dos grandes problemas é o celular. Faz uns 10 meses vim á descobrir que estava ligando para a o programa da ILHA MY LOVE. programa de rádia que fazem amizades e muitas vezes, acabam em namoro e até mesmo acabam se casando. Ligou para várias pessoas e também várias vezes. Ele andava dizendo que tinha uma coisa para me dizer, só que acabou nâo dizendo e eu acabei descobrindo o que era.HOJE continuo achando que ainda está fazendo isso.Porque continua ligando para mim , mais só que é menas vezes. E eu acabo cobrando muito para ele continuar ligando para mim. Isso está certo? Chego ás vezes sentir que eu estou ficando até chata de mais com isso. Se ele me diz que vai ligar tal hora e nâo liga, eu já começo á brigar com ele. Ele diz que eu estou pegando muito no pé dele com isso. por favor! Alguém pode me dar uma idéia do que eu posso fazer diante desta situaçâo? Há! esqueci de falar, e eu ando ligando toda hora para ele. Devo para de ligarpara ele? Estou pensando em até terminar com ele, só que eu nâo aguentaria e ficar diante desta situaçâo também é ruim. Se alguém puder me dar uma idéia do que posso fazer, agradeço muito. OBRIGADA! GIOVANNA.

  33. Olá, eu me considero uma pessoa que ama muito. Namoro a 1 ano e 10 meses. Eu sinto vontade de ver meu namorado todos os dias, toda hora! Eu penso nele 24hrs, quando não estou com ele e fico em casa, mesmo que tenham pessoas aqui em casa eu gosto de ficar no meu quarto sozinha pensando nele… Sou muito romantica, mas não demonstro muito para ele, eu gosto daquelas musicas que até doi de ouvir rs… Eu me ligo muito nos detalhes, o jeito que ele me olha sabe.. as coisas que ele me fala.. Ele tem um jeito meio grosseiro as vezes, mas sabe ser carinhoso também. Eu falo muito nele, quase o tempo todo. As vezes ele me diz que gostaria de ficar um pouco sozinho, porque não esta se sentindo bem, e eu não consigo entender isso, eu quero ele comigo o fds inteiro, não costumo ficar com ele durante a semana. Ele nunca dormiu na minha casa e nem eu na dele, e olha que namoramos já faz tempo. Ele não é daqueles namorados que gosta de ficar em casa juntinho vendo filme, nós fomos ao cinema 2 vezes só em quase 2 anos de namoro rs, as vezes eu penso que só pq ele é assim, ele não gosta de mim. Mas ele diz que me ama muito, mas eu nao entendo esse jeito dele de gostar de mim, eu sinto vontade de estar com ele o tempo todo, ele é assim eu acho… Hoje mesmo ele me disse que estava com alguns problemas e que gostaria de ficar sozinho, mas eu não entendi! eu já acho que o problema sou eu… Tem dias em que ele é super carinhoso e romantico, mas tem dia em que ele não é… Eu não sei porque sou assim, não sei se existe algo errado comigo ou com ele…
    Ele não sente tanta necessidade de me ver como eu sinto de ver ele.
    Será que eu amo mais que ele? Eu sou completamente apaixonada… Eu preciso aprender a me controlar, porque quando ele não vem me ver porque precisa fazer algo eu fico ansiosa, não tenho vontade de fazer nada, só ficar no meu quarto sozinha pensando nele, eu tento dormir as vezes, só para passar a hora rapido.. Ontem não nos vimos, eu cheguei a procurar algum remédio que me desse sono para que chegasse logo hoje, porque eu sabia que ele viria me ver… E hje quando ele veio, disse que precisava ficar sozinho um pouco, mas que não tem nada haver comigo, que ele gosta demais de mim, não quer terminar nem nada, mas que ele só precisava ficar sozinho um pouco, 1 dia ..2.. foi o que ele falou. mas pra mim é dificil entender, eu quero ele toda hora, acredito que isso não seja saudável =/ o que eu faço???

  34. afinal amar e ser amado ou amar a si mesmo??


Deixar um comentário


Spam protection by WP Captcha-Free

Sem trackbacks